quinta-feira, 30 de maio de 2013

Por que é mais interessante votar na final do BBB do que assinar uma petição “fora Renam”.


A resposta do título da postagem é simples e eu poderia ser direto: Porque um é efetivo e o outro não. Mas, como, igualmente aos analistas políticos, não sou pago para dar “respostas simples”, vou “complicar” um pouco (na verdade eu não sou pago, tá). 

Mais de 40 milhões de pessoas votaram na final do BBB13 para escolher a campeã (Fernanda). É claro, nem vou me dar ao trabalho de explicar a amplitude (midiática) do programa, o apelo, e que, às 23h da noite é mais interessante você estar em casa (assistindo, lendo, dormindo, etc) ao invés de estar em Brasília protestando contra Renam, até porque, como sabemos(?), por mais que as pessoas sejam “animais políticos”, elas não “vivem política” (de maneira direta) 24h. Claro, talvez o “engajado do facebook” viva, sei lá. 

Enfim, voltando, 40 milhões de pessoas votaram e sabiam que, mesmo não sendo para quem (ou o que) votaram, TERIAM RESULTADO, alguém sairia vencedor daquela bagaça lá (tou usando termos mais “jovens” para alcançar um público maior...ahahaha). No entanto, as 1,5 milhões de pessoas que assinaram a “petição online fora Renam”, sabiam (ou deveriam saber) que, isso é apenas simbólico, demonstra uma insatisfação? Sim. É importante? Talvez. É efetivo? NÃO!... E a maioria dos seres humanos, “pasmem”, buscam algo efetivo na sua vida. 

Beira a ingenuidade achar que esse tipo de protesto vai mudar algo... “ahhh mas é isso porque o Brasil não é um país sério”... Não, meu caro ignóbil. É assim, porque a política funciona assim. Ou vocês acham que essa “moda” de “petição online” surgiu aqui? Claro que não! 

----------------------


Trecho retirado dela:

“Apesar de serem consideradas instrumentos de pressão popular, as petições virtuais não têm valor jurídico, segundo advogados especializados em direito digital consultados pela BBC Brasil. 

"Por ora, no entanto, não há garantia jurídica pois a lei não reconhece o click", completa o Renato Ópice Blum, advogado e professor de Direito da FGV-SP”. 

---------------------

Voltando... “ahhh mas, o povo brasileiro não liga para política, só pensa em futebol e mimimi”... Não, meu caro ignóbil, o povo brasileiro tem a mesma (menor em alguns casos, e maior em outros) “acentuação” para política que outros países (e gosta “menos” de futebol que Inglaterra e Alemanha). Porém, por mais que você discorde, não vivemos uma ditadura, nem em uma situação que as pessoas precisem se mobilizar de forma “dura e agressiva” (não todos, claro) e mesmo que vivêssemos, a MAIORIA não se mobilizaria. Eu sei que isso vai lhe deixar magoado, mas, menos de 10% da população do Egito participou (diretamente) da “primavera árabe”. E, se houvesse efetividade, as pessoas participaram, simples. Exemplo: Uma eleição tem muito mais impacto que o final do BBB (é sério, tem...) 

Mas, voltando aos paralelos (BBB X Renam). Você costuma fazer coisas na sua vida que não tem a MENOR probabilidade de acontecer, apenas por ser algo “simbólico”? Sei lá... Tipo, entregar um bilhete (caso você for solteiro(a) com o dizeres “case-se comigo” para aquela pessoa que você nem sabe o nome, mas, acha linda(o)? (ahhh sim... “beleza”, apesar de ser relativo, é importante, não acreditem no que eles lhe falam)... Acho que não né? Até porque, você sabe que aquilo no máximo provocará risos (ou pena) na pessoa que receber. Então... É assim que funcionam as petições políticas onlines, provocam risos... no máximo, pena... 

Ai você vai me falar... “ahhh, claro, vamos ficar em silêncio, é isso que eles querem”... Pois é, amigo “jenial”, não disse isso, pelo contrário. Aceito e acho que é um direito das pessoas fazerem esse tipo de protesto (apesar de ser bem cômodo) só discordo da “imposição” de “eu faço isso, sou uma pessoa politizada, você não faz porque é manipulado”... Até porque, ao invés de fazer isso (e compartilhar e tals), seria beeemmm mais efetivo, compartilhar, informar e pesquisar, sobre quem é Renam Calheiros. “Por que odiamos eles?”, “por que ele não é o bom para o Brasil?”. “por que ele foi eleito?”, bem, e isso eu não vi sendo compartilhado pelos “arautos da justiça”... 

Sinceramente, não acho que TODO MUNDO deve saber quem é Renam Calheiros... “ahhh mas ele é senador”... Ok..ok... Você sabe o nome dos senadores de Roraima? (não vale pesquisar no Google), sim, eles tem o “mesmo poder de Renam”... “ahhh mas, ele é PRESIDENTE DO SENADO”... OK... ok... justo... Então, você sabe quem eram os últimos presidentes do senado antes da “dupla” Renam e Sarney? (por sinal, sobre Sarney, você sabe qual Estado ele representa? Mais uma vez, não vale pesquisar no Google, por favor) Então...se você não sabe disso, não deveria cobrar que os outros saibam quem é Renam... E, não sabendo, seria mais interessante você compartilhar, postar, informar... QUEM ele é, para depois “pedir assinaturas”, ao invés de “impor o seu gosto”, até porque se você não gosta do BBB, ótimo, é um direito seu, acho o programa meio fútil mesmo, mas, “impor sua verdade”, é complicado... 

Enfim, é claro que a mobilização é importante... Mas, feita, se possível, de forma mais efetiva, sem “modismos”, com o máximo de conhecimento sobre o tema, sobre o que é política e a efetividade que possa ter... 

E... ahhh...ia esquecendo, eu votei para a Fernanda ser campeã do BBB, e meu “desejo” se realizou... E Feliciano não me representa (essa parte final é para deixar tudo na paz... ahahahha)... 


“O princípio da efetividade e o contraditório”. Vi no Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É o verbo...