segunda-feira, 28 de junho de 2010

Sou viciado...

Já tentei negar, duvidei e até menti para mim mesmo, porém não há como omitir mais... sou viciado! É... Eu sou viciado!

Porque somos obrigados a usar uma sentença final ou uma pausa absoluta, se isso não existe em nossa existência... só com a morte (...) e olhe lá...

A nossa vida é, e sempre será composta por um pensamento que nunca irá findar-se... Teremos sempre uma omissão implícita... Nunca chegaremos a algo totalmente irrefutável ou estabelecido...

Então, por isso eu sou viciado... E paradoxalmente não irei me calar... (estranho, não)

Posso até, um dia, deixar meu vicio de lado... Mas, se isso acontecer, ficará provado que os vícios realmente não nos levam a nada...


"nem o google explica minhas alucinações"... J. C. David

2 comentários:

  1. oi{: sou de vitória sim (como vc sabe? rs) valeu por me seguir lá. bjs :*

    ResponderExcluir
  2. De nada, é sempre bom seguir boas coisas.

    ResponderExcluir

É o verbo...