quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

É...O Coringa sempre esteve certo...


Não, não vou comentar sobre cinema ou a qualidade do filme Batman o cavaleiro das trevas. Se bem que para a atuação de Hedger Ledger eu abrirei um parênteses:

Antes de assistir o filme, li e ouvi várias criticas a seu respeito e todas positivas, essas em sua maioria a Hedger Ledger e sua atuação como coringa, principalmente após sua morte. Devido a isso comecei a desconfiar, porque normalmente é assim (principalmente no Brasil) a pessoa morre e vira gênio, santo, mito etc...vide: Roberto Marinho, ACM e Mario Covas (entre outros). Então acreditava que a respeito de Ledger, era a mesma lenga lenga devido a sua morte, Toda aquela comoção...era jovem, etc, etc.  Me enganei! Vendo o filme, tenho que dar o braço a torcer, sua atuação foi excelente, uma das melhores que eu já vi. Digna de Al Pacino, Morgan Freeman, Jack Nicolshon e Antonio Fagundes (a do "vizinho" não é melhor, pode ter certeza).
_________________________________________________________________________________

Mas a intenção desse post como eu havia comentado antes não é a de fazer uma análise direta a respeito do filme e sim Social (é, to metido a Sociólogo agora, se o FHC pode, porque eu não). E a análise é simples, o Coringa sempre esteve certo em tudo.

A primeira análise pode ser feita sobre o "produto" mais bem sucedido do Coringa no caso, Harvey Dent que viria a se tornar o Duas Caras, que, é óbvio, foi o verdadeiro heroi (se é que existem heróis) e de modo algum suas atitudes como Duas Caras mudam sua verdadeira personalidade e caráter, muito pelo contrário, apenas as elevam. Até porque, quem realmente, como humano e "imperfeito" após sofrer tudo o que ele sofreu, passar por tudo que ele passou, teria um comportamento diferente? Alguns "fracos" talvez se matassem, entrariam em depressão ou algo do tipo.
O único erro do filme é passar o Duas Caras como a personalidade mal de Harvey Dent. Não! ele é... Nada mais nada menos que a personalidade humana (sem utopia) de Dent, a que precisava naquele momento de algum sentido para seguir a vida, após perder praticamente tudo e utilizou a vingança como esse sentido. E acreditem não faço apologia a violência, agora a vingança é uma forma, até certo ponto legítima, de sentido um para a vida. Pode-se discutir se é bom ou mal (particularmente acredito que seja mal), porém que é inerente ao ser humano, isso não se discute.
duas caras. Sua face e tão perturbadora, quanto sua verdade, seus atos, a realidade e a legitimidade dos mesmos.

O segundo ponto em que o coringa esteve certo é o referente aos barcos (no caso a cena), é claro no filme as coisas são diferentes, porém, eu não estou analisando o filme, e sim a realidade dos atos (especialmente do Coringa), e é óbvio, claro e evidente, que na vida real, ninguém, no caso nenhum grupo, esperaria mais de 30 minutos para salvar a sua vida, as pessoas de "bem" em dois minutos já explodiriam o barco dos presos e os presos prontamente a ameaça se rebelariam para tentar conseguir o controle e explodir o outro barco, é claro  existiriam pessoas que seriam contra, que esperariam, mas a maioria, procurariam salvar sua vida de qualquer forma, sem medir seus atos, então é fato que o ele acerta, não no filme (onde a atitude é contrária a suas pretensões e contrária a realidade), mas na realidade a "maldade" é próprio de todo ser humano, principalmente quando põem sua vida em risco, pode ser encarado até como um instinto de salvação ou sobrevivência.

A terceira prova, que o Coringa estava e sempre esteve certo e para mim as cenas mais importantes do filme, é quando ele ameaça a vida de um possível delator do Batman (no caso uma pessoa que iria revelar a identidade do "cavaleiro da trevas") e ai ele propõe o seguinte: "ou alguém mata o delator ou ele explode um hospital da cidade", claro que a maioria das pessoas tentam matar o delator, porém a polícia e o Batman (o "herói") evitam isso e o que acontece? Um hospital é explodido! E no filme eles comentam que 8 pessoas desaparecem dentro do hospital (pessoas que não tinham nada haver com o fato) e ai fica a questão, quem está realmente está certo? O que seria "certo" fazer? Arriscar vidas de inocentes ou a vida de um delator do "herói" que não deveria fazer o que pretendia. Eu acho que a resposta É simples e de forma alguma pode ser vista como "maldade" e sim como o simples (real e legítimo) instinto de sobrevivência (mais uma vez) do ser humano e a defesa da maioria sobre a minoria.

No entanto o caso que mais me chamou a atenção foi quando o coringa ameaça a vida do prefeito de Gothan City. Pronto é criada uma comoção "nacional", um temor generalizado, mas, vale lembrar que ele ameaçou uma pessoa (apenas uma) e é como se tivesse ameaçado destruir a cidade e pessoas que não tem nada haver pagam e sofrem por isso, então ai o "antagonista da história" deixa a questão definitiva e que fez com que eu fizesse esse post, "se fosse um caminhoneiro qualquer que ele tivesse ameaçado, haveria essa comoção e o Batman faria de tudo para salvá-lo??". Acho que não, então onde fica o sentido de justiça? (coloquem o morcego, como a representação da justiça em geral). Isso me lembra o que falava Aristóteles, "todos tem direitos iguais, agora, uns são mais iguais do que os outros." Quem realmente seriam os heróis (repito, se é que existe isso) desse filme?


É como eu digo: "ninguém, se preocupa com o Fausto".


obs: se caso você não assistiu o filme, fica a dica, e vale muito a pena...Assista !!!
e depois me questione e diga que eu estou errado... " um pouco de conflito em você eu gosto disso"...

14 comentários:

  1. Legal seu blog, continue visitando meu blog e valeu pelo comentário:

    http://portallivreoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo avassalador...
    "a face humana".. só por essa já valeu toda a argumentação... muito boa por sinal!
    todos nos somos seres dubios e contratantes... veja só: bem e mal, preto e branco, luz e escuridão, feliz e triste...temos tudo ao mesmo tempo ainda e mesmo assim lutamos contra o mais verdadeiro do nosso ser: a ambiguidade, a dualidade...
    amei!
    venha nos visitar tb
    http://avassaladorasrio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. obrigado aos dois, pelos comentários..

    ResponderExcluir
  4. Anônimo25.2.09

    amigo, seu blog está muito legal.

    Desculpe mais não vi o filme, porém posso dizer que, seu post fico legal.

    um abraco e sucesso

    interLouco.com.br

    ResponderExcluir
  5. Não vi o filme, ainda, mas li muitos comentários favoráveis ao Ledger. Dizem que o filme vale por sua atuação.

    Quando puder visite meus blogs.

    Rogerio Martins
    http://saladeterapia.blogspot.com/
    http://palestranterogeriomartins.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. é...
    parabéns!

    explica do fausto pra leiga aqui!
    =/

    visita eu: http://rodamorta.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. respondi no seu blog Nathany...

    ResponderExcluir
  8. Também não assisti o filme. Mas o cara ganhou o oscar. Achei a mesma coisa que você... "ganhou porque morreu". Espero que depois que veja mude de opinião feito tu.

    Huhuhuhu...

    Abraço, Moa!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo blog David. No filme, o Coringa é a consciência torta e verdadeira de muitas coisas, mas como é da natureza humana, extremamente contraditório e sem limites. Daí a atuação do Ledger ser tão especial. Ele, soube por sites, ficou trancado num apartamento muitos dias para fazer o coringa. Construir a figura macabra que a gente vê no cinema. Abraço, Thiago

    ResponderExcluir
  10. primeiro veja o filme mesmo B-Kaixao, cê vai gostar, e acho que assim como eu vai mudar de opinião..

    E Thiago, é isso falou e disse...

    ResponderExcluir
  11. BOM QUANTA OUTRA COISAS NAO SOU UMA BOA OPÇÃO
    E TIPO ADOT UMA CRIANÇA E ELA VAI SE SENTIR REALIZADA E VC TAMBEM
    BJOS

    ResponderExcluir
  12. desculpe-me.. sou meio desligada não tinha reparado o teu post (normalmente nao tenho coments no meu blog) Poisé, nao tenho mta facilidade para expressar minhas idéias por isso pode parecer confuso mesmo... mas adorei teu blog. Volto sempre p ver as novas. Bjo

    ResponderExcluir
  13. enia mendes26.2.09

    não entendi a frase do fausto KKKKK'
    me explica?

    ResponderExcluir
  14. Lady, que sabe eu não sigo seu conselho, mas prefiro ao natural..(risos)

    Bruna, obrigado, fico muito grato..

    e Linda, depois eu te explico..

    ResponderExcluir

É o verbo...